Polaina

 Desde que voltei a dançar.
 Resolvi comprar uma polaina.
Ai sai a procura de tal desejo.
Bem se fosse nos anos de 1900 e bolinha seria fácil.
Porque haveria polainas de tudo quanto era modelo e cor .
Enfim ,fui ao centro do Rio .Entrei numa dessas lojas que vendem roupas de dança e ginástica. Peguntei se eles teriam polainas?
A vendedora disse que sim.
Apontou  para uma prateleira com uma infinidade de cores.
Nossa!
Aquilo era o paraíso.
Cores e cores.
Para minha total decepção
Foi quando a vendedora tirou a polaina da embalagem...
Definitivamente aquilo não era uma polaina.
Era uma meia sem pé,
Uma malha estranha,
Não se parecia em nada com a minha tão sonhada polaina.
Questionei a vendedora.
Ela me disse com um tom blasé:"Minha senhora essas polainas são modernas,só se usa assim agora".
Sai frustrada.
Não era possível aquilo ser uma polaina.
E na embalagem estava escrito"polaina"
Nossa tudo evoluiu.
Celulares,computadores.
Mas a polaina...
Definitivamente..
Retrocedeu e muito.
Tornou-se uma meia sem pé.
Eu não vou me adaptar.
Eu não vou usar essa coisa estranha.
Em uma fração de segundos,vieram trocentos pensamentos:
Como a vida é fácil né??!!
Nós é que realmente complicamos
Eu não vou usar e pronto.
Deveria aplicar esse método para o meu dia a dia.
Não  agrada
Não agrega,
Não tenho que me adaptar.
Não tenho que aderir a coisas que não gosto.
Só para atender  ás expectativas dos outros ou estar na moda.
Simples não?
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Craft room

Você toma alguma coisa para ser feliz? Sim decisões...

Whatsapp